Temporada 1 Ep 6 - Intensidade: sons fortes e suaves!

Atualizado: Ago 28



Quando ficamos em um ambiente em silêncio, por algum tempo, descobrimos uma infinidade de sons diferentes. Por exemplo, os que são produzidos num parque ou numa floresta ou em casa são diferentes. Estes sons do ambiente compõem a paisagem sonora do local.



Às vezes eles passam a nos incomodar e se tornam ruídos para nós, algo desagradável. Quando é assim, geralmente estão numa intensidade elevada e produzem um volume de som muito grande. Mas o que é intensidade? A intensidade do som depende da força das vibrações.


Se você reparar de perto, ao tocar a corda de um violão, ela utilizará mais ou menos espaço em torno dela proporcionalmente à foca que é aplicada. É a amplitude da onda sonora que está variando quanto maior a amplitude maior o volume que a corda irá ocupar para vibrar, maior a pressão que a corda exerce no a, maior a pressão do som q

ue sentimos nos nossos ouvidos.


Alguns sons produzem pressões tão fortes que podemos sentir dor, como um barulho de turbina de avião muito próxima de nós. Para quantificar e saber qual a intensidade do som que nos faz bem ou mal a saúde utilizamos a unidade de medida chamada “decibel”.


Musicalmente falando, temos sons fortes e sons suaves. A intensidade é muito importante em música porque nos ajuda a tocar e a escutar a expressividade. Temos gradações de intensidade como pianíssimo (pp) um som muito suave que em italiano significa suave representado pela letra “p” na partitura e as variedade extremas fortíssimo (ff) representado por mais de um “f” que é o som mais forte que podemos fazer.


Para executar a intensidade dos sons é uma ótima investigação sonora! Escute uma sonata de Beethoven para perceber o contraste entre sons fortes e pianos. A sonata do Op31, nº 2 conhecida como tempestade é um ótimo exemplo.

Particularmente, adoro investigar sonoridades deferentes ao piano. É bem interessante pensar que o potencial que a música tem para o ruído, ela tem para criar expressões musicais pela intensidade do sim e dar emoções que nem esperávamos em tão poucas notas.


Esta sofisticação, justamente com altura, nos faz chegar a outro componente básico da música a harmonia. Assunto para o próximo episódio. Até mais!

Então vamos sair da paisagem sonora para produção de sons por um instrumento musical.


Escute o Podcast! Spotify:

https://open.spotify.com/show/64xV1sBmuNRVsC54UZDH5l


iTunes - Apple Podcasts:

https://podcasts.apple.com/us/podcast/pianoblog-carla-gullo/id1522223679


Google Podcasts:

https://podcasts.google.com/feed/aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy8yOGQ1MzI1Yy9wb2RjYXN0L3Jzcw==


Breaker:

https://www.breaker.audio/pianoblog-carla-gullo


Pocket Casts:

https://pca.st/si7pfj6v


RadioPublic:

https://radiopublic.com/pianoblog-carla-gullo-60VnYL

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Entre em contato! 

Endereço: Avenida T-2, Edifício Focus, sala 601. Setor Bueno. Goiânia - GO

carla.gullo@gmail.com

Tel: 062 996377241 (Whatspp)

  • Facebook Basic Black
  • Instagram Basic Black

© 2020 por Carla Gullo